terça-feira, 4 de novembro de 2014

Curso Optativo (DRE CAMPO LIMPO): LGBTs NA DITADURA CIVIL MILITAR

DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE DE SÃO PAULO – CIDADE - 04/11/2014 – PÁGINA 64
COMUNICADO Nº 56, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014.

O Diretor da Diretoria Regional de Educação Campo Limpo, no uso de suas atribuições legais, conforme o que lhe representou a Diretora da Divisão de Orientação Técnico Pedagógica, COMUNICA a realização do Curso Optativo LGBTs NA DITADURA CIVIL MILITAR – Relatório da Comissão Estadual da Verdade .

JUSTIFICATIVA: No ano em que, no Brasil, se rememoram os 50 anos do golpe civil-militar que derrubou o governo democraticamente eleito de João Goulart e instaurou uma longa ditadura, o curso pretende abordar a ditadura civil-militar a partir de uma perspectiva ampla que englobe os segmentos LGBTs. Em novembro deste ano, a Comissão Estadual da Verdade lançará um relatório sobre as violações aos direitos humanos realizadas por agentes do Estado contra os segmentos LGBTs na ditadura civil-militar (1964-1988).  Durante o período de 1976 a 1982, nos governos estaduais de Paulo Egídio Martins e Paulo Salim Maluf, ocorreram diversas operações policias na cidade de São Paulo que visavam a atacar os territórios ocupados por gays, lésbicas e travestis. A Polícia Civil criou estudos de criminologia que estimulavam a perseguição pela utilização da contravenção penal de vadiagem. Tais acontecimentos trazem à tona a importância dos direitos humanos e da superação de práticas autoritárias. A compreensão da amplitude do seu significado social e político é uma necessidade do cidadão e, especialmente, do educador.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Continuar a fomentar problemáticas relacionadas à ditadura civil-militar: o espaço e o tempo, a cultura e a educação, matizes que balizam as discussões contemporâneas tanto na pesquisa quanto no ensino;
- Identificar aspectos básicos das relações de gênero e diversidade sexual, com a intenção de combater estereótipos e preconceitos que dificultam tanto a compreensão quanto o respeito e a superação de dificuldades e impedem a ampliação do escopo inclusivo da educação em todos os níveis de ensino;
- Reconhecer aspectos das políticas de policiamento ostensivo sobre as populações LGBTs.
- Atualizar os funcionários da SME com as deliberações das Comissões da Verdade e sobre o Plano Nacional de Direitos Humanos III.

CONTEÚDOS:
- Direito, História e Verdade na atualidade e na justiça de transição;
- A repressão e a resistência de segmentos LGBTs à luz da justiça de transição e seus impactos na educação;
- Construção de identidades de gays, lésbicas, travestis, transexuais, drag queens e da teoria queer na cidade de São Paulo;
- História da cidade de São Paulo, segregação urbana e ramificações de práticas autoritárias das Polícias Civil e Militar.

METODOLOGIA:
O curso pretende problematizar a situação dos segmentos LGBTs na cidade de São Paulo a partir de fontes históricas, como jornais, documentos policiais e documentários. Além disso, testemunhos e depoimentos de vítimas diretas, seus familiares, militantes de partidos e organizações políticas e ativistas de Direitos Humanos, têm se constituído como fontes importantes desses eventos.

PÚBLICO ALVO: Professores de Ensino Fundamental II e Médio, Coordenadores Pedagógicos, Professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, Professores de Educação Infantil, Auxiliares Técnicos de Educação, Auxiliares Administrativos de Ensino, Auxiliares de Secretaria, Supervisores Escolares, Diretores de Escola, Agente Escolar, Assistentes de Diretor de Escola, Especialista em Informações Técnicas Culturais e. Desportivas/ Educação Física e Especialista em Informações Técnicas Culturais e. Desportivas/Biblioteca.

CARGA HORÁRIA: 12 horas

CRONOGRAMA:
26 de novembro (quarta-feira), das 18h30 às 22h30: Contextualizar o direito a História e a Verdade na atualidade e na justiça de transição; A repressão e a resistência de segmentos LGBTs à luz da justiça de transição e seus impactos na educação.
03 de dezembro (quarta-feira), das 18h30 às 22h30: Construção de identidades de gays, lésbicas, travestis, transexuais,drag queens e da teoria queer na cidade de São Paulo.
10 de dezembro (quarta-feira), das 18h30 às 22h30: A História da cidade de São Paulo tendo em vista a segregação urbana e as ramificações de práticas autoritárias das Polícias Civil e Militar.

LOCAL: DRE Campo Limpo – Av. João Dias, 3763 – Jd. Santo Antônio – Capão Redondo - Sala 03

HORÁRIO: 18h30 às 22h30

FORMADORES: Rafael Freitas Ocanha RF: 8027811

INSCRIÇÕES: Inscrições pelo link até o dia 14/11/2014
Link para inscrição:

VAGAS: 60

AVALIAÇÃO: Frequência mínima de 100% e participação nas atividades desenvolvidas dentro do horário do curso.

CERTIFICAÇÃO: Terá direito ao certificado os participantes que obtiverem frequência mínima de 100% e aproveitamento mínimo satisfatório (conceito S).
ÁREAS PROMOTORAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SME – DRE CAMPO LIMPO - DOT-P


OBS: os cursos são importantes para a evolução funcional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário