sábado, 25 de abril de 2015

DRE - curso optativo “Educação das Relações Étnico-Raciais e Africanidades”.

DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE DE SÃO PAULO – CIDADE - 25/04/2015 – PÁGINA 74
COMUNICADO Nº 620, DE 24 DE ABRIL DE 2015

 O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, conforme o que lhe representou o Diretor de Orientação Técnica/ Núcleo de Educação Étnico-racial em parceria com a DOTs-P das Diretorias Regionais de Educação, COMUNICA a realização do curso optativo “Educação das Relações Étnico-Raciais e Africanidades: contribuições do pensamento africano e da capoeira angola”.

I. JUSTIFICATIVA: A implementação e consolidação das Leis 10.639/2003 e 11.645/2008 constituem um desafio à sociedade brasileira, ao sistema de ensino e aos educadores. Parte deste desafio envolve compreender que tipo de relações étnico-raciais está-se reproduzindo desde o período colonial/moderno e como podemos transformar estas relações por meio de uma educação plural, diversa e dialógica. Nesse caminho parece importante refletir criticamente sobre processos de colonialidade, com uma perspectiva de libertação e descolonização do saber e das subjetividades. Para tanto, Africanidades serão apresentadas como aportes teórico-metodológicos inovadores, que não só cumprem a lei, mas podem alimentar a elaboração de um novo projeto de sociedade, de relações étnico-raciais e de currículo escolar.

II. OBJETIVOS: - Contribuir para a implementação das Leis 10.639/03 e 11.645/08 a partir de aportes teórico-metodológicos das Africanidades, do pensamento africano e da prática da capoeira angola. - Contextualizar estes aportes junto os processos históricos de colonialidade, às políticas de ações afirmativas no século XXI e processos de libertação, descolonização e dialogicidade.

III - METODOLOGIA: As aulas organizar-se-ão com exposição dialogada dos conteúdos, leitura compartilhada de excertos dos textos da bibliografia básica, utilização de recursos audiovisuais, sobretudo filmes, reflexão e análise de material didático e planejamento de práticas pedagógicas.

IV. PÚBLICO ALVO: Supervisor Escolar, Diretor de Escola, Assistente de Diretor de Escola, Assistente Técnico de Educação I, Coordenador Pedagógico, Auxiliar Técnico de Educação, Agente Escolar, Professor de Educação Infantil, Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, Professor de Ensino Fundamental II e Médio, Gestor de CEU, Coordenador de Ação Educacional, Coordenador de Ação Cultural, Coordenador de Ação de Esportes e Lazer, Coordenador de Projetos, Coordenador de Biblioteca. A distribuição das vagas dar-se-á da seguinte forma: 20 vagas para professores em exercício na Educação Infantil; 20 vagas para professores em exercício no Ensino Fundamental e Médio; 10 vagas para os demais cargos/funções, tendo como público prioritário os profissionais que atuem na DRE Freguesia do Ó. No caso de não preenchimento do total de vagas seguindo estes critérios, serão disponibilizadas vagas para os demais (todos os cargos e DREs) por ordem de chegada de inscrição.

V - VAGAS: 50 (cinquenta) vagas por turma.

VI - CRONOGRAMA DE REALIZAÇÃO: 
Dia da semana: Quarta-feira 
Datas: 06/05; 13/05; 20/05; 27/05; 03/06/15; 
Horário: 19h00 às 23h00 (do 1º ao 3º encontro); 19h00 às 22h00 (4 e 5º encontros). Local: DRE Freguesia do Ó - Rua Léo Ribeiro de Moraes, 66 - Freguesia do Ó, SP. Auditório.

VII - INSCRIÇÕES: Os interessados em inscrever-se no curso deverão preencher o formulário com os seguintes dados: Nome completo; RF; Vínculo; RG; CPF; Padrão; Horário de trabalho; Cargo e função; Unidade de exercício e Unidade de lotação, a partir de 23/04/2015, disponível no link: http://goo.gl/6ATyCM

VIII - CARGA HORÁRIA: O curso contará com carga horária de 18 horas presenciais, divididas em 05 (cinco) encontros, sendo 03 (três) deles com duração de 04 (quatro) horas, 02 (dois) com duração de 03 (três) horas, e 02 (duas) horas não presenciais para elaboração da proposta de trabalho, totalizando 20 horas.

IX – REGÊNCIA: Profª Dra. Simone Gibran Nogueira

X - CONTEÚDOS:

Unidade 1 – Relações Étnico-Raciais e Políticas de ações afirmativas no Brasil
Aula 01 - Apresentação do curso Análise do contexto histórico, político e cultural das Políticas de Ações Afirmativas em Educação no Brasil – Novo projeto de sociedade.
Aula 02 - Análise dos processos de colonialidade do poder, do saber e das subjetividades na América Latina e no Brasil – branquitude e colonização mental.

Unidade 2 – Africanidades, Pensamento Africano e Capoeira Angola
Aula 03 - Africanidades como aporte teórico-metodológico para a prática pedagógica;
Aula 04 - Pensamento Africano e Capoeira Angola – a referência filosófica de Mestre Pastinha;
Aula 05 - Pensamento Africano e Capoeira Angola – prática libertadora e dialógica; Análise de projetos de Africanidades.

XI - CERTIFICAÇÃO: Farão jus à certificação os participantes que obtiverem frequência mínima 83,34% e que cumprirem as atividades propostas no curso.

XII - OBSERVAÇÃO: Não haverá dispensa de ponto.

XIII - ÁREA PROMOTORA: Secretaria Municipal de Educação – Diretoria de Orientação Técnica – Núcleo de Educação Étnico-racial e DOT-P das Diretorias Regionais de Educação.



OBS: os cursos são importantes para a evolução funcional.


Nenhum comentário:

Postar um comentário