sábado, 25 de abril de 2015

DRE - Curso optativo: "O que é ação afirmativa?"

DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE DE SÃO PAULO – CIDADE - 25/04/2015 – PÁGINA 74
COMUNICADO Nº 622, DE 24 DE ABRIL DE 2015 

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, conforme o que lhe representou o Diretor de Orientação Técnica/ Núcleo de Educação Étnico-racial em parceria com as DOTs-P da Diretorias Regionais de Educação, COMUNICA a realização do curso optativo “O que é ação afirmativa? - conceitos e processos de democratização da sociedade brasileira”

I. JUSTIFICATIVA: No ano de 2003 foi promulgada a Lei 10.639, posteriormente alterada pela Lei 11.645 em 2008, e ambas, em seu conjunto, alteram a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), estabelecendo a obrigatoriedade do ensino da história e cultura afro-brasileira e indígena. Processo acompanhado pela paulatina e diferenciada implementação de diferentes modalidades de ação afirmativa e reserva de vagas nas universidades brasileiras e nos concursos públicos para cargos federais. Embora já se tenha passado uma década que estas políticas públicas estão em curso, é impressionante o nível de desinformação social acerca das chamadas políticas de ação afirmativa. O curso deve, portanto, promover uma ampla discussão acerca das ações afirmativas no Brasil e no mundo, levando em consideração as suas diferentes modalidades bem como processo o político que culminou na adoção de diversas políticas igualdade de racial no país.

II. OBJETIVOS: - Explicitar e problematizar as noções de “ação afirmativa”, reserva e vagas, “cotas sociais” e “cota raciais”. - Discutir e refletir sobre a construção da democracia brasileira, tendo como marco histórico a constituição de 1988, e o modo como paulatinamente a raça foi incorporada na linguagem oficial do estado brasileiro. - Relacionar o processo de democratização da sociedade brasileira com a problematização do status quo racial no ensino superior. Isto é, compreender o lugar do mercado de diplomas, o prestígio associado às profissões e às carreiras, e a racialização das oportunidades sociais no Brasil.

III - METODOLOGIA: As aulas organizar-se-ão com exposição dialogada dos conteúdos, leitura compartilhada de excertos dos textos da bibliografia básica, utilização de recursos audiovisuais, reflexão e análise de material didático e planejamento de práticas pedagógicas. Visita ao museu do imigrante.

IV. PÚBLICO ALVO: Supervisor Escolar, Diretor de Escola, Assistente de Diretor de Escola, Assistente Técnico de Educação I, Coordenador Pedagógico, Auxiliar Técnico de Educação, Professor de Educação Infantil, Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, Professor de Ensino Fundamental II e Médio, Gestor de CEU, Coordenador de Ação Educacional, Coordenador de Ação Cultural, Coordenador de Ação de Esportes e Lazer, Coordenador de Projetos, Coordenador de Biblioteca. A distribuição das vagas dar-se-á da seguinte forma: 20 vagas para professores em exercício na Educação Infantil; 20 vagas para professores em exercício no Ensino Fundamental e Médio; 10 vagas para os demais cargos/funções, tendo como público prioritário os profissionais que atuem nas DRE Guaianases. No caso de não preenchimento do total de vagas seguindo estes critérios, serão disponibilizadas vagas para os demais (todos os cargos e DREs) por ordem de chegada de inscrição.

V - VAGAS: 50 (cinquenta) vagas por turma.

VI - CRONOGRAMA DE REALIZAÇÃO:
DRE Guaianases
Dia da semana: Sexta-feira
Horário: 19h00 às 22h00
Datas: 08/05; 15/05; 22/05; 29/05; 12/06; 19/06/15
Local: Auditório da DRE Guaianases – Rua Agapito Maluf, 58 – Vila Princesa Isabel – São Paulo – SP.

VII - INSCRIÇÕES: Os interessados em inscrever-se no curso deverão preencher o formulário com os seguintes dados: Nome completo; RF; Vínculo; RG; CPF; Padrão; Horário de trabalho; Cargo e função; Unidade de exercício e Unidade de lotação, a partir de 24/04/15, disponível no link: http://goo.gl/forms/lKyNqqj45D    

VIII - CARGA HORÁRIA: O curso contará com carga horária de 18 horas presenciais, divididas em 06 (seis) encontros e 02 horas para elaboração da proposta de trabalho, totalizando 20 horas.

IX – REGÊNCIA: PROFº Mestre Matheus Gato de Jesus

X - CONTEÚDOS:
Aula 01: - Apresentação do curso; - Ações Afirmativas e o Mundo Pós-Colonial: O caso da Índia e da África
Aula 02: - Ações afirmativas no “primeiro mundo”: o caso dos Estados Unidos.
Aula 03 - Ações Afirmativas no Brasil: a problematização do status quo racial no ensino superior. Aula 04: - A crítica às ações afirmativas: as ciências sociais e a “questão racial” nos anos 1990 e 2000.
Aula 05: - Ações afirmativas nos meios de comunicação: a mídia e a questão racial nos anos 1990 e 2000.
Aula 06: - Apresentação da proposta de intervenção pedagógica pelos cursistas.

XI - CERTIFICAÇÃO: Farão jus à certificação os participantes que obtiverem frequência mínima 85% e que cumprirem as atividades propostas no curso.

XII - ÁREA PROMOTORA: Secretaria Municipal de Educação – Diretoria de Orientação Técnica – Núcleo de Educação Étnicoracial e DOT-P das Diretorias Regionais de Educação.




OBS: os cursos são importantes para a evolução funcional.


Nenhum comentário:

Postar um comentário