sexta-feira, 8 de maio de 2015

curso optativo “Imigração e Educação: pensando a presença boliviana em São Paulo”.

DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE DE SÃO PAULO – CIDADE - 08/05/2015 – PÁGINA 29
COMUNICADO Nº 680 DE 07 DE MAIO DE 2015.

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, conforme o que lhe representou o Diretor de Orientação Técnica/ Núcleo de Educação Étnico-racial em parceria com as DOT-Ps das Diretorias Regionais de Educação, COMUNICA a realização do curso optativo “Imigração e Educação: pensando a presença boliviana em São Paulo”.

I. JUSTIFICATIVA: O curso justifica-se pela necessária busca de compreensão sobre uma perspectiva sócio territorial e histórico da imigração dos bolivianos em São Paulo, bem como na urgência de realizarem-se reflexões sobre as formas de contestação presentes no campo das representações dos imigrantes latino americanos. Além disso, será um espaço fértil para a análise de questões sobre os significados que condensam disputas de interesses políticos e simbólicos com efeitos no imaginário e na prática social dos/as estudantes, educadores/as e demais profissionais das unidades escolares da rede municipal de São Paulo.

II. OBJETIVOS: - Propor aos/as educadores/as ferramentas teórico-pedagógicas no campo da Educação para as Relações Étnico-raciais, para o desenvolvimento de atividades junto aos/as educandos/ as; - Apresentar e discutir conceitos como racismo, diversidade, estereótipos, identidade, corporeidade, civilidade, ancestralidade a partir da questão boliviana (e latino-americana) e do advento dos/as refugiados/as no Município de São Paulo. - Tecer inter-relações entre questões étnicas raciais e linguagens artístico-pedagógicas plurais como estratégia possível à construção de novas práticas pedagógicas; - Integrar toda a comunidade escolar em prol da valorização da diversidade cultural que permeia o espaço escolar, seja na perspectiva do espaço físico, seja no currículo.

III - METODOLOGIA: A metodologia a ser aplicada recai sobre a interatividade, a fomentação da criticidade, da discussão em grupo, buscando a construção de relações dialógicas entre todos os participantes envolvidos na vivência em sala de aula: leitura e interpretação de textos e conceitos; Dinâmicas de grupo; Projeções de filmes /imagens; Produção de material pedagógico; Produção de sequência didática; Trabalho de campo em praças e feiras, bem como museus e instituições que se relacionem com a vida e a resistência dos imigrantes no município de São Paulo.

IV. PÚBLICO ALVO: Supervisor Escolar, Diretor de Escola, Assistente de Diretor de Escola, Assistente Técnico de Educação I, Coordenador Pedagógico, Auxiliar Técnico de Educação, Professor de Educação Infan Ensino Fundamental I, Professor de Ensino Fundamental II e Médio, Gestor de CEU, Coordenador de Ação Educacional, Coordenador de Ação Cultural, Coordenador de Ação de Esportes e Lazer, Coordenador de Projetos, Coordenador de Biblioteca. A distribuição das vagas dar-se-á da seguinte forma: 20 vagas para professores em exercício na Educação Infantil; 20 vagas para professores em exercício no Ensino Fundamental e Médio; 10 vagas para os demais cargos/funções, tendo como público prioritário os profissionais que atuem nas DREs em que ocorrerão os cursos. No caso de não preenchimento do total de vagas seguindo estes critérios, serão disponibilizadas vagas para os demais (todos os cargos e DREs) por ordem de chegada de inscrição.

V - VAGAS: 50 (cinquenta) vagas por turma.

VI - CRONOGRAMA DE REALIZAÇÃO:
DRE PENHA:
Dia da semana: QUARTA-FEIRA
Horário: 19h00 às 22h00
Datas: 20/05; 27/05; 10/06; 17/06; 24/06; 01/07/15
Locais: Laboratório de Informática da DRE Penha, localizado na EMEF Fábio da Silva Prado, Rua Taquari, 459 – Mooca – São Paulo – SP.

VII - INSCRIÇÕES: Os interessados em inscrever-se no curso deverão preencher o formulário com os seguintes dados: Nome completo; RF; Vínculo; RG; CPF; Padrão; Horário de trabalho; Cargo e função; Unidade de exercício e Unidade de lotação, a partir de 12/05/2015, disponível no link: http://goo.gl/16snwu  

VIII - CARGA HORÁRIA: O curso contará com carga horária de 20 horas, divididas 06 encontros com duração de 03 horas cada e 02 horas não presenciais, destinadas à elaboração da proposta de intervenção na unidade escolar com a temática étnico-racial.

IX – REGÊNCIA: Profª Dr. Heitor Antonio Paladim Junior.

X - CONTEÚDOS: 
1º encontro: Introdução a Questão Boliviana em São Paulo: Apresentações dos participantes e breves diálogos sobre os objetivos do curso. 
2º encontro: Consciência das diferenças – Povos Indígenas e povos da América Latina: A nova constituição da Bolívia; Questões indígenas e sócio- territoriais brasileiras. 
3º encontro: Estratégias de implementação das diretrizes curriculares para a Educação para as relações étnico-raciais: apresentação dos marcos legais, diretrizes e expectativas curriculares. O racismo na sociedade e no cotidiano escolar. Discussão sobre os conceitos de raça, racismo, preconceito e discriminação. Os impactos do racismo no ensino. Os imigrantes no município de São Paulo: Europeus, latino americanos, asiáticos. Os refugiados no Brasil e em São Paulo. Preparativos para o trabalho de campo. Preparativos para pensar uma intervenção na unidade escolar. 
4º encontro: Trabalho de campo. Possibilidades: Praça da Kantuta (Associação dos feirantes)/CAMI - Centro de Apoio ao Migrante. 
5º encontro: Apresentação e debate sobre os trabalhos apresentados. O cotidiano escolar e a sedimentação de estereó- tipos: justificando a seleção de textos. 
6º encontro: Elaboração coletiva de plano de aula/atividades referente à temática Étnico-racial e ao ensino das Culturas Africanas/ Afro-brasileiras e Latino Americana. Encerramento do curso.

XI - CERTIFICAÇÃO: Farão jus à certificação os participantes que obtiverem frequência mínima 85% e que cumprirem as atividades propostas no curso.

XII - OBSERVAÇÃO: Não haverá dispensa de ponto.

XIII - ÁREA PROMOTORA: Secretaria Municipal de Educação – Diretoria de Orientação Técnica – Núcleo de Educação Étnico-racial e DOTs-P das Diretorias Regionais de Educação.



OBS: os cursos são importantes para a evolução funcional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário