sexta-feira, 28 de agosto de 2015

DRE CAPELA - Curso “A EDUCAÇÃO DO EDUCADOR - AS NARRATIVAS E BRINCADEIRAS INFANTIS COMO EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO”

DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE DE SÃO PAULO – CIDADE - 28/08/2015 – PÁGINA 39
COMUNICADO Nº 09 DE 13 DE AGOSTO DE 2015.

O Diretor Regional de Educação da Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro, no uso de suas atribuições legais, conforme o que lhe representou a DOT-P - Divisão de Orientação Técnico-Pedagógica, divulga a realização do Curso “A EDUCAÇÃO DO EDUCADOR - AS NARRATIVAS E BRINCADEIRAS INFANTIS COMO EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO”, na perspectiva da implementação do Programa Mais Educação São Paulo no que se refere às ações junto às unidades educacionais na perspectiva dos “Diálogos para a construção do currículo integrador da infância paulistana: Articulação da Educação Infantil com o Ensino Fundamental - Ciclo de Alfabetização”.

JUSTITICATIVA A necessidade de subsidiar a Equipe Docente das Unidades de Educação Infantil e Ensino Fundamental (Ciclo de Alfabetização) no fortalecimento de ações propositivas para a qualificação das práticas docentes, na garantia de um currículo que considere as Culturas da Infância na organização das propostas pedagógicas.

OBJETIVO GERAL Aprofundar conhecimentos teóricos e relacioná-los à prática possibilitando a ação-reflexão-ação da prática pedagógica no processo de reorientação da mesma.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS Propiciar a investigação, descoberta, vivência e reflexão de elementos significativos dos contos, dos contadores e do ato de contar no passado e no presente assim como de elementos do universo brincante. Sensibilizar para a importância de desenvolver atitudes investigadoras seja na coleta das expressões orais seja na criação própria. Fomentar a reflexão e troca de ideias acerca dos conteúdos trabalhados e da dimensão lúdica.

CONTEÚDOS Elementos do fio narrativo: tessitura das palavras, imagens, símbolos e metáforas. Repertório da fala poética: versos, brincadeiras táteis e sonoras, cantigas de ninar, danças de roda, passeios cantados, parlendas, quadras, trovas, pregões, trava-línguas, adivinhas, cantigas, histórias, brincadeiras e verso, contos acumulativos, sem fim, de adivinhas e maravilhosos. A palavra e a fala com suas sonoridades, ritmos, melodias, timbres, silêncios, sotaques, expressões regionais e gestos.

METODOLOGIA Respeitando o princípio da dialogicidade e da ação-reflexão-ação, o curso será organizado por meio de fundamentação teórica, vivências lúdicas, atividades artísticas, socialização e reflexão de registros das práticas dos cursistas.

PÚBLICO ALVO: Coordenador Pedagógico responsável pelo acompanhamento do Ciclo de Alfabetização nas EMEF´s ou em exercício nas EMEI´s e CEI´s da Rede Direta. Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental I em regência no Ciclo de Alfabetização nas EMEF´s ou EMEI´s. Professor de Educação Infantil em exercício nos CEIS da Rede Direta. Limitada a participação de 02 (dois) representantes por U.E. ATE I e Diretor de Escola em exercício na DOT P, sendo todas as U.E´s jurisdicionadas à DRE CS.

RECURSOS MATERIAIS: data-show, tela de projeção, computador, aparelho de som, aportes teóricos, papeis diversos, giz de cera, lápis, caneta, barbante, fita crepe.

NÚMERO DE VAGAS: 80 (40 participantes por turma)

NÚMERO DE TURMAS: 02 (duas). Turmas A e B.

LOCAL: Sala de Reunião da DRE CS - Rua Deputado Adib Chammas, nº 105, Veleiros.

CRONOGRAMA:
TURMA A: 14, 21 e 28/09/015; 19 e 26/10/2015.
TURMA B: 10, 17 e 24/09/2015; 01 e 08/10/2015.
HORÁRIO: TURMA A: 13h00 às 17h00 (segundas-feiras)
TURMA B: 8h00 às 12h00 (quintas-feiras)

CARGA HORÁRIA: 22 horas divididas em 20 horas presenciais e 02 horas destinadas ao trabalho pessoal a ser desenvolvido na U.E com redação de Relato de Prática.

PERÍODO DE REALIZAÇÃO: 10/09/2015 a 26/10/2015.

INSCRIÇÕES: As inscrições serão realizadas a partir das 10h00 do dia 24/08/2015 até às 16h00 do dia 28/08/2015. Por meio do seguinte link:

TURMA B:

 FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO: O curso refere-se à formação em serviço. Sendo assim, a U.E deverá organizar os trabalhos a fim de que não haja prejuízos pedagógicos aos alunos. O participante receberá o comprovante de participação das horas destinadas ao curso e deverá entregá-lo a sua chefia imediata. A frequência deverá ser registrada em instrumento utilizado pela SME/DRE CS. A avaliação será contínua baseada na frequência, na execução das tarefas e nos registros e instrumentos propostos.

CERTIFICAÇÃO: Farão jus à certificação os participantes que obtiverem frequência mínima de 80% das horas presenciais, cumprimento integral dos trabalhos solicitados e obtiverem conceito satisfatório.

REGÊNCIA: Colatininha Maria Zamith Calazans, RG 727.467 – DF/ SSP, CPF 152.787.511-34

RESPONSÁVEL: Creusa Cândida dos Santos Silva, RF: 677.476.8/1; Fernanda Santos de Andrade Albuquerque, RF: 744.810.4/1


ÁREA PROMOTORA: DRE CS / DOT P TELEFONE: 5521-2190 / 5524-1339 

Nenhum comentário:

Postar um comentário