sexta-feira, 20 de maio de 2016

CURSO: “GESTÃO E CONSTRUÇÃO DE UMA CULTURA EDUCACIONAL INCLUSIVA”



DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE DE SÃO PAULO – CIDADE - 20/05/2016 – PÁGINA 43
COMUNICADO Nº 652, DE 19 DE MAIO DE 2016.

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, CONFORME O QUE LHE REPRESENTOU A DIRETORA DA DIVISÃO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, COMUNICA A REALIZAÇÃO DO CURSO: “GESTÃO E CONSTRUÇÃO DE UMA CULTURA EDUCACIONAL INCLUSIVA”, CONFORME ESPECIFICAÇÕES A SEGUIR:

I - JUSTIFICATIVA: O CENÁRIO ATUAL APONTA QUE A ESCOLA ENCONTRASE DIANTE DA COMPLEXIDADE DE DEMANDAS FRENTE A TENTATIVA DE CONSTRUÇÃO DO PROCESSO EDUCACIONAL INCLUSIVO, PORTANTO, DIANTE DOS DESAFIOS ENFRENTADOS SE FAZ NECESSÁRIO PROBLEMATIZAR O CONCEITO DE ESCOLA INCLUSIVA ONDE TODOS OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO SÃO CONVOCADOS A CONTRIBUIR PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA ESCOLA QUE É PARA TODOS, ALUNOS COM OU SEM DEFICIÊNCIA. NESSA PERSPECTIVA, ENTENDE-SE QUE O EXERCÍCIO REFLEXIVO PERMEADO PELA DIVERSIDADE HUMANA, NOS INQUIETA E DESAFIA, MAS QUE SOBRETUDO DEVE DESPERTAR EM NÓS O DESEJO PELA BUSCA DE PARCERIAS E DE CONHECIMENTO.

II - OBJETIVOS: ENTENDENDO QUE A APROPRIAÇÃO DOS CONHECIMENTOS TEÓRICO-PRÁTICO POR PARTE DOS ENVOLVIDOS NO PROCESSO EDUCACIONAL SEJA RELEVANTE, COLOCA-SE QUE OS PROBLEMAS INDIVIDUAIS APRESENTADOS PELOS ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS PRECISAM SER TRAZIDOS PARA A DIMENSÃO COLETIVA, POIS A QUALIDADE DO PROCESSO EDUCACIONAL INCLUSIVO SÓ OCORRERÁ QUANDO O SER HUMANO CONCRETO E HISTÓRICO FOR TOMADO COMO REFERÊNCIA DESSE PROCESSO.

III - CONTEÚDO: - PROBLEMATIZAÇÃO EMPÍRICA E TEÓRICA DO PROCESSO EDUCACIONAL INCLUSIVO; - CONSTRUÇÃO DO PROCESSO NO COLETIVO: DISCUTINDO DEMANDAS; - INTERPRETAÇÃO DE QUEM SOMOS NESTE MOVIMENTO DINÂMICO; - PENSAR NOSSA DISPONIBILIDADE ENQUANTO EDUCADORES, NOSSO PROPÓSITO EDUCATIVO; - ESPAÇO DE ESCUTA E DE ATENÇÃO: SALA DE AULA E REUNIÕES PEDAGÓGICAS: QUAL O SENTIDO E O SIGNIFICADO PARA PARTICIPAR DESTE MOMENTO COLETIVO?; - PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO SÃO PAULO; - DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS GERAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA.

IV - METODOLOGIA: - REFLEXÕES EM GRUPO: COMPARTILHAMENTO DE IDÉIAS; - ANÁLISE COLETIVA DE TRECHOS DE VÍDEOS; - APRESENTAÇÃO DE SLIDES COMO DISPARADOR PARA DISCUSSÕES NO COLETIVO; - LEITURAS COMPARTILHADAS: TEXTOS TEÓRICOS.

V - PÚBLICO ALVO: SUPERVISOR ESCOLAR, DIRETOR DE ESCOLA, ASSISTENTE DE DIRETOR DE ESCOLA, COORDENADOR PEDAGÓGICO, EFETIVOS E/OU DESIGNADOS, PREFERENCIALMENTE QUE TENHAM ALUNOS COM DEFICIÊNCIA EM SUAS UNIDADES EDUCACIONAIS E OS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NO CEFAI JURISDICIONADOS À DRE CAPELA DO SOCORRO.

VI - CARGA HORÁRIA TOTAL: 12 HORAS

VII - CRONOGRAMA: DIAS: 07, 14 E 21/06/2016 HORÁRIO: 08H00 ÀS 12H00 LOCAL: CEFAI CAPELA DO SOCORRO - AVENIDA RIO BONITO, 2.330 - SOCORRO, SÃO PAULO/SP.

VIII - TOTAL DE VAGAS: 50 VAGAS.

IX - REGENTE: SANDRA PAULA DA SILVA BATISTÃO R.G.: 20.297.798-5

X - CERTIFICAÇÃO: FARÃO JUS AO CERTIFICADO OS PARTICIPANTES QUE OBTIVEREM 100% DE FREQUÊNCIA E APROVEITAMENTO SATISFATÓRIO (“S”).

XI - INSCRIÇÕES: OS INTERESSADOS DEVERÃO DE INSCREVER A PARTIR DAS 09H00 DO DIA 23 ÀS 18H00 DO DIA 31/05/2016 OU ATÉ QUE SE ESGOTEM AS VAGAS, ATRAVÉS DO LINK: http://goo.gl/forms/Q7cMCBmeyYukMgdI3  SERÁ PUBLICADA A LISTA DE CONTEMPLADOS NO PORTAL DA SME:


XII- ÁREA PROMOTORA: SME / COPED / DIEE

Nenhum comentário:

Postar um comentário