sábado, 6 de agosto de 2016

CURSO A PRÁTICA PEDAGÓGICA NO ENSINO AO EDUCANDO COM DEFICIÊNCIA VISUAL

DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE DE SÃO PAULO – CIDADE – 06/08/2016  -  PÁGINA 36
COMUNICADO Nº 19, DE 01 DE AGOSTO DE 2016.

O DIRETOR REGIONAL DE EDUCAÇÃO, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, COMUNICA A REALIZAÇÃO DO CURSO A PRÁTICA PEDAGÓGICA NO ENSINO AO EDUCANDO COM DEFICIÊNCIA VISUAL, CONFORME ESPECIFICAÇÕES A SEGUIR:

I - OBJETIVOS: -AMPLIAR CONHECIMENTOS SOBRE A DEFICIÊNCIA VISUAL, INSTRUMENTALIZANDO A AÇÃO DOCENTE NO DESENVOLVIMENTO DO POTENCIAL DO EDUCANDO; - SOCIALIZAR AS PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA ENTRE OS DOCENTES; - VIVENCIAR, REFLETIR E ENCAMINHAR PROPOSTAS QUE PROMOVAM A AUTONOMIA E A MULTIPLICIDADE DE EXPERIÊNCIAS DOS EDUCANDOS. - FORMAR OS PROFESSORES PARA A CRIAÇÃO DE UM AMBIENTE FAVORÁVEL, OFERECENDO ATIVIDADES QUE DESPERTEM O INTERESSE E A MOTIVAÇÃO PERTINENTES AO ESTUDANTE CEGO OU DE BAIXA VISÃO.

II - CONTEÚDO: - COMPREENDENDO A DEFICIÊNCIA VISUAL: BAIXA VISÃO E CEGUEIRA; - CONCEITOS E DOENÇAS - FAVORECER CONDIÇÕES PARA QUE OS EDUCADORES SE FAMILIARIZEM COM OS PRINCIPAIS ASPECTOS QUE CONSTITUEM A CONDIÇÃO DE CEGUEIRA E BAIXA VISÃO: CONCEITUAÇÃO, CAUSAS E SINTOMAS; - INTERVENÇÃO PRECOCE - CONCEITUAR PEDAGOGICAMENTE, A FIM DE DEMONSTRAR QUE O EDUCANDO COM DEFICIÊNCIA VISUAL NECESSITA DE ESTRATÉGIAS DE INTERVENÇÃO PRECOCE, NÃO APENAS PARA A MINIMIZAÇÃO DE SUAS DIFICULDADES, MAS PRINCIPALMENTE PORQUE A ESCOLA E A FAMÍLIA PRECISAM DE AJUDA E APOIO PARA COMPREENDEREM AS ESPECIFICIDADES DE DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM DECORRENTES DA AUSÊNCIA DE VISÃO; - AUXÍLIOS ÓPTICOS E NÃO ÓPTICOS – RECONHECER RECURSOS DISPONÍVEIS PARA O ALUNO COM BAIXA VISÃO; - ÁUDIODESCRIÇÃO – AUXILIAR O EDUCADOR A UTILIZAR UMA DESCRIÇÃO CLARA E OBJETIVA DAS INFORMAÇÕES QUE NÃO ESTÃO CONTIDAS NOS DIÁLOGOS, PERMITINDO ASSIM, QUE O EDUCANDO COM DEFICIÊNCIA VISUAL DESFRUTE INTEGRALMENTE DA OBRA; - LEITURA E ESCRITA DO SISTEMA BRAILLE – INTRODUÇÃO AO CÓDIGO BRAILLE ATRAVÉS DE EXERCÍCIOS E VIVÊNCIAS; - ALFABETIZAÇÃO EM BRAILLE– APRESENTAR E DISCUTIR COM O EDUCADOR ESTRATÉGIAS DE ALFABETIZAÇÃO, OFERECENDO INFORMAÇÕES SOBRE A APRENDIZAGEM DA ESCRITA EM BRAILLE.

III - METODOLOGIA: O CURSO SE DESENVOLVERÁ POR MEIO DE ENCONTROS FORMATIVOS ATRAVÉS DE EXPOSIÇÃO DIALOGADA, DINÂMICAS DE GRUPO, OFICINAS (VIVÊNCIA COM REGLETE E MÁQUINA BRAILLE, LEITURA E TRANSCRIÇÃO DE TEXTOS E PALAVRAS EM BRAILLE E DE TINTA PARA O BRAILLE) E ADAPTAÇÃO DE MATERIAL/ ACESSIBILIDADE PEDAGÓGICA. – PRESENCIAL. RESPEITANDO O PRINCÍPIO DA DIALOGICIDADE, O CURSO SERÁ DESENVOLVIDO POR MEIO DE REFLEXÕES SOBRE A TEORIA E A PRÁTICA. NOS ENCONTROS FORMATIVOS SERÃO REALIZADAS EXPOSIÇÕES DIALOGADAS E OFICINAS (COM REGLETE E MÁQUINA BRAILLE, LEITURA E TRANSCRIÇÃO DE TEXTOS DE PALAVRAS EM BRAILLE E EM TINTA, ACESSIBILIDADE PEDAGÓGICA E VIVÊNCIAS QUE PERMITAM AO EDUCADOR EXPERIMENTAR OS DESAFIOS DA AUSÊNCIA DE VISÃO).

IV - PÚBLICO ALVO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I, PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO, DESIGNADOS E EFETIVOS, SUPERVISOR ESCOLAR, DIRETOR DE ESCOLA, COORDENADOR PEDAGÓGICO, ASSISTENTE TÉCNICO DE EDUCAÇÃO I E AUXILIAR TÉCNICO DE EDUCAÇÃO, JURISDICIONADOS À DRE CAPELA DO SOCORRO.

V - CARGA HORÁRIA TOTAL: 18 HORAS

VI - CRONOGRAMA: TURMA ÚNICA: DAS 19H30 ÀS 22H30 15,18, 22, 25, 29/08/2016 E 01/09/2016

VII - TOTAL DE VAGAS: 40 VAGAS

VIII - REGENTES: BIANCA BOCALETI WERNER RF 694.530.9/2 - PAAI DE DEFICIÊNCIA INTELECTUAL E VISUAL MARIA LUIZA BONILHA BRUNO RF 559.426.0/3 - PAAI DE DEFICIÊNCIA VISUAL

IX- CERTIFICAÇÃO: PORCENTAGEM DE FREQUÊNCIA- 100% E CONCEITO: SATISFATÓRIO

X - INSCRIÇÕES: SERÃO REALIZADAS COM OS SEGUINTES DADOS: NOME, RF, VÍNCULO, UNIDADE DE EXERCÍCIO, QPE, UNIDADE DE LOTAÇÃO, CARGO, FUNÇÃO, CPF, TELEFONE RESIDENCIAL E CELULAR ATRAVÉS DO SEGUINTE E-MAIL: AMILTONGEROLOMO@PREFEITURA.SP.GOV.BR PERÍODO DE INSCRIÇÕES: DE 8 A 11 DE AGOSTO DE 2016 ATÉ AS 12:00 HORAS.


XI- ÁREA PROMOTORA: DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO CAPELA DO SOCORRO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário